Últimas Notícias

SEMEG busca alternativa na entrega dos novos livros didáticos

Foto: Débora Ciany

O cronograma do Ministério da Educação (MEC) para entrega dos livros didáticos para o ano letivo de 2021 vem tendo atraso em decorrência da situação da pandemia da Covid-19 no Brasil. Esse material é repassado pelo Governo Federal às secretarias municipais de Educação em todo o país.  

Na rede municipal de ensino de Gurupi algumas turmas ainda não receberam os novos livros e a Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria Municipal da Educação de Gurupi (SEMEG), busca alternativas para não deixar os estudantes esse importante aliado na aprendizagem, principalmente nessa fase com as aulas em formato remoto.  

Segundo informações repassadas pelo MEC, à diretoria pedagógica da SEMEG, os possíveis motivos do atraso seriam uma diminuição do quantitativo de técnicos do ministério por causa da pandemia do Coronavírius, acarretando lentidão no atendimento aos municípios. Outro problema com o repasse que já tinha sido feito, foi o número insuficiente de novos livros enviados às prefeituras com base na quantidade de estudantes matriculados no ano letivo de 2020.

Na Escola Municipal Orlindo Pereira Da Mota no Setor União V em Gurupi, por exemplo, a remessa dos livros chegou, e já foi entregue aos estudantes, no entanto algumas turmas ainda não receberam. Para não deixar esse grupo de alunos sem o material de consulta, a diretora escolar, Vizana Maria Ferreira, conta que articula com outras unidades escolares a organização e remanejamento dentro da própria rede. A diretoria pedagógica da SEMEG fez solicitação às editoras para o envio desses livros, mas em versão digital.

Educação Infantil

A aquisição dos livros didáticos para a Educação Infantil é feita de forma independente com recursos próprios do Município. A previsão é que dentro de 30 dias os volumes sejam entregues nas escolas de séries iniciais. 

Secretaria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Gurupi(63) 3315-0015

Sobre Iran Franca

Veja Também

Obra sobre o patrimônio histórico é lançada em Natividade

Cidade mais antiga do Estado do Tocantins, Natividade preserva a essência e heranças deixadas pelos …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *