Últimas Notícias

No Dia Universal do Teatro, Ponto de Cultura lança campanha para manutenção e preservação de palco teatral

No Dia Universal do Teatro, Ponto de Cultura lança campanha para manutenção e preservação de palco teatral

Neste domingo, 21 de março, é comemorado o Dia Universal do Teatro. E é nesta data que o Ponto de Cultura do Grupo Um Ponto Dois de Teatro lança a campanha de financiamento coletivo “Salvaguarda de Palco Teatral” em defesa de um palco destinado a apresentações culturais na Capital. O tablado pertencia a outro Ponto de Cultura, fechado durante a pandemia, e necessita de reparos urgentes de manutenção e preservação.

As contribuições para a campanha poderão ser realizadas, a partir de R$ 10,00, através do site de financiamento coletivo Benfeitoria, disponível na bio do Instagram do @grupoumpontodois ou pode ser solicitado via e-mail em teatroumpontodois@gmail.com.

Como medida urgente de manutenção e a preservação do palco, símbolo tão importante para o grupo e para a cultura tocantinense, os integrantes do Grupo Um Ponto Dois realizaram um empréstimo para arcar com as despesas de reforma e agora buscam no financiamento coletivo uma forma de pagar o empréstimo e dar continuidade aos reparos necessários. 

A meta a ser alcançada para pagamento do empréstimo feito pelo grupo é de R$ 10 mil reais, caso o mesmo não atinja o valor até o final da campanha, prevista para 03 de maio, os valores serão devolvidos aos contribuintes do financiamento coletivo. Caso o grupo atinja à meta, os benfeitores receberão as recompensas em um prazo estimado de até 30 dias.

O valor arrecadado no financiamento coletivo será revertido em ingressos a serem doados para crianças, jovens e idosos em situação de vulnerabilidade social para assistirem apresentações do grupo Um Ponto Dois de Teatro pós-pandemia. O benfeitor que contribuir com o financiamento coletivo também será recompensado com um passaporte para assistir virtualmente à gravação do último espetáculo do Grupo – “As Histórias que vou te contar” – e participar de um bate-papo virtual com o diretor e parte do elenco. Também contará com o registro de seu nome no livro ouro do Ponto de Cultura e poderá receber em sua casa lembranças personalizadas como forma de agradecimento por contribuir com essa missão de preservação cultural.

Palco

O palco está localizado na quadra 603 Sul, local este onde o Grupo Um Ponto Dois de teatro realizou suas primeiras apresentações abertas à comunidade não escolar, entre elas Saltimbancos (2013), Feiurinha (2014) e João e Maria: Uma Aventura no Cerrado (2015).

Para a coordenadora do Ponto de Cultura Itinerante Um Ponto Dois, Patrícia de Sá, a salvaguarda do palco é também um ato de resistência da cultura em meio ao desmonte que vem ocorrendo nos últimos anos. “Nosso intuito é manter este palco ativo por meio do nosso Ponto de Cultura, preservando sua história e abrindo possibilidades para que artistas, grupos e coletivos possam também criar suas histórias através dele. Como não temos sede fixa, já estamos buscando parcerias com outras instituições que possam, junto conosco, mantê-lo ativo e disponível à comunidade. ”

Para Bianca Melo, uma das integrantes do Grupo e organizadora do financiamento coletivo, o palco foi onde o grupo se consolidou e por esta significância e simbologia carrega grande importância para todos do grupo. “Eu cheguei no Um Ponto Dois em 2018, quando o grupo já não mais realizava atividades naquele Ponto de Cultura, mas é visível o carinho e gratidão que todos os integrantes tem por aquele lugar e em especial pelo palco. Salvaguardá-lo é para nós uma missão”, finalizou a atriz.

Sobre o grupo

O Grupo Um Ponto Dois de teatro nasceu no ano de 2012, por meio da atuação do diretor e professor Lucas Justino em uma escola pública de Palmas. Com o passar dos anos, o grupo manteve a sua essência de um espaço de experimentação teatral, fortemente ligada às manifestações de caráter popular, enaltecendo a literatura nacional, suas lendas, mitos e histórias da região centro-oeste do País. Para tanto, utiliza-se dos elementos do teatro de animação, reforçando o estímulo ao teatro e a contação de histórias de geração em geração.

Em 2016 o grupo foi reconhecido por suas atividades sociais como Ponto de Cultura pelo Ministério da Cultura e desde então fortificou sua atuação social. Hoje além de atuar de forma itinerante, levando espetáculos e formação em teatro para escolas, praças, comunidades e outros, também recebe residentes que acompanham todos os processos de gestão, produção e criação do Grupo de Teatro e do Ponto de Cultura.   –Serviço

Sobre Iran Franca

Veja Também

Vereador Delegado Tiago defende a implantação de Base do Corpo de Bombeiros em Tocantinópolis

Na sessão da Câmara Municipal de Tocantinópolis realizada na noite desta terça-feira (8), foi aprovado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *